terça-feira, 21 de junho de 2011

De bem com a vida


Agora que estou de bem com a vida
Agora que estou de bem com o mundo
Você me procura, me pede para ver
Como se a vida fosse sempre bonita...

A vida é sempre bonita
Mesmo quando não a vemos colorida
Mesmo quando a paz está longe
E ainda assim tão divina

Bondade e caridade são apenas palavras
Mas, se aplicadas, vividas,
Curam feridas 
Transformam vidas...

E então, você me pede para ver
Até que, no seu entender,
Ainda esteja de bem com a vida
Sem nunca sofrer.

E, de longe, aprendemos a ver
E, sem sofrer, curamos as feridas
Sorrimos para as vidas...
Aquela que se foi e aquela que fica.