quinta-feira, 18 de agosto de 2011

O tesouro


Nos encontramos... Desencontramos
Marcamos e desmarcamos
As saudades aumentam
E os amigos comentam

Sentimos falta do sorriso
Dos risos, dos olhares que bastam
Sentimos falta das palavras
E os amigos... Lamentam

Então nos perguntamos
Onde te encontro?
Quando nos veremos?
E os amigos... Esperam

E tudo começa numa promessa
Numa longa conversa...
Confidências trocadas
E os amigos... Anseiam

E quando vem o agouro
A ausência que pensavam infinda
Uma certeza sempre fica...
Amigos são na verdade um tesouro.