quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Para você minha Lelé!!!


Tenho tantas coisas para te falar e tantas saudades para compartilhar
Lembro da menininha teimosa e linda sempre a tagarelar...
Uma princesinha, uma boneca viva, nunca cansei de embalar

Os cabelos sempre compridos, papai nunca reclamou
Os vestidos ligeiros, clarinhos e as calcinhas de babados...
Seu sorriso e olhares... Quem nunca viu, quem não admirou?

Hoje a menina que foi está crescida, uma linda mulher se tornou
Mas a minha princesa, minha boneca viva, nunca de ser, deixou
Sinto falta da cantiga, do embalo, do carinho de suas mãozinhas no meu regaço

Hoje, linda menina mulher, mais um ano você completa
De felicidade espero que sua vida esteja repleta
Seus dias, um mar de calmaria e não uma vida inquieta

Desejo, mais do que tudo, a paz no seu olhar
Te abraço e te embalo como sempre a te amar
Muitas coisas ainda penso mas assim é difícil falar.