quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Papel em Branco


Tome uma folha de papel em branco
Nela deposite todos os seus sonhos
Mas seja absolutamente franco
Se assim o for, nunca será enfadonho

Tome outra folha de papel em branco
Nesta escreva também os seus planos
Os planos de vida, de amores, seja manso
Ou pense em tudo que é profano

Apenas uma folha de papel em branco
Onde se possa traças singelas linhas
Não importa a cor da tinta
Só não pode ser ufano

Escrever longas ou breves poesias
Sentimentos puros de amor e alegria
Como o prazer que ultrapassa os limites
Que nos enche o corpo de apetite

Apenas uma folha de papel em branco....