quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Sempre

Seja assim, sempre
Maravilhosamente fiel
Lindo como um corcel
Como pássaro, mais que livre

Seja sempre assim
Um mar sem fim
De juras sem promessas
Das promessas inconfessas

Assim seja, para sempre
Meu e de minha vida
Do meu corpo, sua guarida
Meu mais puro deslumbre