quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Mouco


Um sorriso, um leve movimento
Uma boca fechada, calada
Como aquele olhar sem argumento
Uma tentação quase apagada

Será o mormaço, o cansaço?
Ou seria a falta de espaço?
Uma simples pergunta, de fato
E uma resposta direta, sem recato.

Um coração pulsa forte
Muito longe, está a Morte
Uma algoz tola, sem sorte

Logo boca se abre, apenas um pouco
Um simples som, quase rouco
A dizer 'te amo' a um mouco