sábado, 24 de março de 2012

Banho de Espuma

Eu queria ser como uma personagem glamourosa que dorme e acorda maquiada e está sempre vestida com lindos vestidos e maravilhosos sapatos. Banheiro? Só se for para um banho maravilhoso numa banheira linda, daquelas tipo garra de pé e bem antiga e chique.
Ah! Eu poderia mexer o nariz e a minha casa estaria limpinha num instante, a comida cheirosa em cima do fogão, seria um convite a uma bela refeição e os armários estariam repletos de roupas bem passadas e organizada.
Mas, sou uma mulher da vida real... Levanto todas as manhãs com os cabelos despenteados e, caso tenha preguiça de tirar a maquiagem à noite, acordarei com os olhos borrados. Minha casa? Bem, se aos sábados não a limpo... Quanto às roupas, eu mesma tenho que organizá-las para lavá-las e para guardá-las depois que Janice as passa às quartas feiras. Gosto de cozinhar, mas só quando posso ou quando não estou tão cansada que um sanduichinho mais ou menos e uma xícara de café com leite à noite resolvem o meu problema, porque meu café da manhã, quase sempre, é digno de nota dez e o meu almoço, uma cortesia no meu trabalho, é bem razoável.
Hoje é sábado... Limpei minha casa e pus minha máquina de lavar roupa para trabalhar. Grande invenção esta! Terminei tudo e olhei-me no espelho. Meu Deus! Estava longe daquela mulher glamourosa que idealizei. Meu vestidinho de fazer limpeza estava grudado em minha pele, molhado de água e suor, o mesmo que escorria devagar do cabelo ao pescoço e do pescoço para o resto do corpo. Ai aquela banheira... Sonho com ela, que não tenho, sentindo o cheiro da espuma abundante e a temperatura tépida da água. Tiraria aquela roupa molhada do meu esforço e cansaço e entraria devagar naquela água, aproveitando cada sensação que o banho poderia me proporcionar... Ficaria ali, massageando minha pele com uma deliciosa esponja e, quando saísse de lá e me enxugasse com a toalha felpuda e macia, encontraria mãos quentes e grandes para passar-me o óleo cheiroso por todo meu corpo.

 

5 comentários:

  1. Se arrependimento matasse eu agora estaria te psicografando...explico, há alguns anos rejeitei uma doação de uma banheira dessas, antigonas e em ótimo estado...não preciso explicar mais nada, não é? KKK

    ResponderExcluir
  2. Quando na frança me banhei pela primeira vez numa dessas escandalosas banheiras, entendi o porque de todos sonharem de ter uma... mas confesso que depois do primeiro.. do segundo... do terceiro banho quente numa banheira relaxante, passei a desejar um chuveiro de aguar fria e possante que me fizesse lembrar a grande cachoeira em que estive quando criança... bom de volta a Brasil, num calor de rachar na Bahia, estou eu aqui sonhando de novo com o frio da europa e da banheira gigante... e ao me imaginar dentro desta banheira... penso como seria bom um chuveiro gelado e possante...

    ResponderExcluir
  3. Alder querido!

    Obrigada por sua visita...
    Adoro banhos de banheira, mas você está certo quanto ao chuveiro. É insubstituível, ainda mais com esse calor de matar... Ai que saudades do Inverno.
    Bjusss

    ResponderExcluir
  4. Su,

    Lendo seu texto, consegui visualizar Suzana Palanti, estrela de comercial do Lux Luxo, numa banheira cheia de sais de banho e pétalas de rosa, dizendo, para a câmera: "porque eu sou uma DIVA". Não contive o sorriso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei a imagem.... Estou rindo sozinha até agora.
      Bjusss querido Fabrício!!!!

      Excluir

Comente. Vou adorar ler.