terça-feira, 17 de abril de 2012

Cordel

Arte: Stenio

Um beijo quase tímido
Um afago e um gemido
O desejo nada contido
Vê-se na pele, em arrepio

Um sonho quase real
Neste olhar, sempre leal
Lealdade, palavra magistral
Linda poesia mental...

Cheiro de pele macia
Ensejo de uma orgia
Desejos sem paz, à revelia

Água na boca... Sabor de mel
Rimas de um lindo cordel
E te serei sempre fiel...