terça-feira, 7 de agosto de 2012

Que dia é hoje?



Hoje é dia de pensar na vida, de passar muita roupa e limpar a casa. Minha mãe diz que nada melhor que um bom ferro de passar roupa para pensar. E olhe que passei tanta roupa que as minhas pernas estão moles. Pensei muito. Decidi que mudar algumas coisas pode me fazer muito bem. Talvez doa... Mas tantas coisas causam dor... Uma a mais uma a menos... Bem, para alguma coisa tem que servir a grana mensal de remédios e médico (psiquiatra) que gastamos. Sim, porque depressão é uma coisa chata e difícil de falar, mas é uma doença. Fui perguntar para “Deus” (Google) e ele me disse que depressão é um estado patológico com um humor triste e doloroso associado à redução da atividade psicológica e física. Física pode ser, mas psicológica? Eu einh... Nunca tive um surto criativo como este que estou vivendo. Estou me sentindo cansada de tantas coisas que penso ao mesmo tempo. E então consigo escrever uma nova estória e terminar outras duas. Ao mesmo tempo...
De vez em quando aparecem umas vontades que nem te conto... Vontade de chutar uma porta, quebrar umas palavras, descobrir o que tem depois das nuvens... Papo de maluca, mas tá valendo... Meu médico disse que tenho que aprender a por para fora o que me incomoda. Estou tentando, juro que estou tentando por tudo para fora, mas as coisas acontecem contra a minha própria vontade.  Na hora que tenho que abrir a boca para dizer, algo me faz calar. Quando tenho que ficar quieta, a maldita boca se abre, mas não fala o que devia.  Isso sem falar dos dedos malucos, a teclar incoerências. É só uma forma de expressão, diz meu bom senso.
 Então digo o que nunca disse a ninguém: sou maluca sim... Mas desafio qualquer um que me prove que não o é também.