sábado, 25 de agosto de 2012

Sonhando....


As mãos ardentes como chamas
Queimam minha pele em louca trama
A pele que brilha sobre lençóis de uma cama
Molhando o cetim em que se vê manchas

Ah fascínio hipnótico, que me assalta insólito
Venha logo acalmar meu corpo aflito
Venha me calar as palavras com seu suspiro
Traga para mim o seu corpo bonito

Sim, eu sempre quero!
Quero o abraço mais apertado
Quero o silêncio dos gritos
Quero o seu corpo sempre ao meu lado

Quero existir p'rá sempre
Quero um querer sempre livre
Mesmo que em lugar mambembe
Vendo todo seu corpo, que deslumbre!