segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Ode de Amor

Aqui, neste mundo tão lindo
Tão cheio das criaturas de Deus
Esse estranho amor é bem vindo
Para eu nunca te dizer adeus

Meu amor não está diminuindo
Ao contrário, vê nos olhos meus
A alegria de te ver sempre sorrindo
Ai amor! Sê para mim o meu Zeus

Vestido de princesa me vejo vestindo
Como nos velhos castelos europeus
Corro ao teu encontro sempre rindo
Toda a vida e todo amor de um deus