quinta-feira, 4 de abril de 2013

Eu Sou Capaz

Eu seria bem capaz
De render graças sem graça
De vender peixe na praça
De ter um desejo fugaz

Eu seria bem capaz
De olhar você de soslaio
De ser fiel e ser audaz
E não sofrer nenhum desmaio

Eu seria bem capaz
De correr sem rumo
De viver sem prumo
De lhe chamar, belo rapaz

Eu seria bem capaz
De mover uma montanha
De fazer qualquer façanha
De nunca ser incapaz

Eu sou capaz
De amar você sem pudor
De sentir sempre calor
Se você me disser, 'meu amor!'