segunda-feira, 16 de setembro de 2013

1o. Conto Quente - Parte do Meio

Seus lábios tocavam de leve o pescoço arrepiado dela. As mãos fortes e quentes a envolviam por inteiro, com carinho. A respiração tornava-se cada vez mais frenética enquanto os corpos se ajustavam num movimento sensual. Devagar ela foi cedendo e, aos poucos, ele desbotoava os botões da blusa fina. Virou-a para ver seu rosto suado e quente e lambeu-lhe os lábios. Ela retribuiu colocando a ponta da língua para fora, quase para experimentar o gosto daquele homem... Desconhecido. As mãos dela se dirigiram instintivamente para os botões da camisa dele. Os perfumes se misturavam criando um odor intensamente sensual. Devagar o homem foi conduzindo-a para a cama e, beijando-a com sofreguidão, deitou-a gentilmente sobre os lençóis frescos. Parou por instantes e olhou para ela. Sorriu, enquanto esperava que ela abrisse os olhos e, quando o fez ele colou sua boca na dela e beijou-a novamente, com paciência, explorando cada milímetro daquele espaço quente e úmido. Beijou-lhe o pescoço e foi descendo, enquanto ela arfava de prazer. Ao abrir o zíper de sua saia, sentiu as mãos dela sobre as dele..............