sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Eu queria saber melhor

Era apenas uma gota que escorria desavergonhadamente pela minha pele. Depois dela veio outra e mais outra... meus lábios tremiam enquanto mais dessas gotas sorrateiramente entravam pela minha boca. Seu gosto era salgado, o que me fez lembrar de muitas coisas. Quando dei por mim, meu corpo inteiro tremia e não apenas minha boca. Queria falar, mas o nó na garganta me impedia. Tinha vontade de jogar p'rá longe aquilo que me causava tanta dor. Ah! Se eu pudesse...
Olhava aquele brilho morto e as formas difusas me confundiam. Meus olhos turvos pelas lágrimas insistentes mal acreditavam no que estava acontecendo. Queria que tudo fosse diferente, que as coisas mudassem, que eu pudesse consertar o que sei que eu mesma estraguei.
Mas, apesar de tudo, sabia que havia uma luz que me dizia que tudo ia acabar bem. Então, enxuguei meu rosto e respirei fundo. Só mais uma vez, repetia para mim mesma.
De repente, vi que havia um íconezinho bem pequenininho, uma carinha marrom ao lado da estrelinha. Cliquei lá e descobri que havia problemas com os cookies. Bloqueei tudo e... Voilà! Meu querido blog estava de volta à ativa e toda minha frustração de semanas foi embora como num passe de mágica. Ainda bem... Descobri que o defeito do meu computador era mesmo a "pecinha" na frente dele... risos.