quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Eu te amo... E te odeio





















Eu te amo... E te odeio
Amo-te tanto e com tanta paixão
Que meus desejos, não têm freio
E o futuro, sei disso, não me dá ilusão

Eu te amo... E te odeio
Este brilho que via, já não vejo
Faltam-te as cores que eram meu esteio
Tudo a minha volta está muito velho

Eu te amo... E te odeio
Cada forma e cada volta tua
Ainda que tu fosses meu espelho
Queria que tivesses o brilho da Lua

Eu te amo... E te odeio
Odeio-te tanto e com tanta força
Que te arrancaria de mim sem receio
E não te enganes, não é nenhuma troça

Eu te amo... E te odeio
Daqui a pouco te amarei sem trégua
Não mais te odiarei, não tenha receio
Pintarei-te de vermelho, meu lindo cabelo

Eu te amo... Eu te amo
Finalmente tu ficastes lindo, meu cabelo
Olho-me no espelho e te prometo, não reclamo
Ao menos por mais um mês, meu belo...