quinta-feira, 21 de maio de 2015

Ah! Eu aprendi


Resultado de imagem para boca de mulher

Aprendi que amor nem sempre se paga com amor
Que é bom comer o pão que Deus amassou
Que não se chora de barriga cheia
E que, se se fez a fama, na cama não se deita

Aprendi a dar com uma mão e com a outra também
Que depois da tempestade sempre tem o rescaldo
A não entrar numa briga nem por uma boiada
E que a água não é mole, nem a pedra é tão dura

Aprendi que se remexer a ferida logo vem a cura
Que se der a volta por cima, o que está por baixo estraga
Que a boca fechada não fala de amor
E que a mentira pode ter  pernas longas e pés chatos

Aprendi que Deus escreve certo, por linhas certas
Que não se pode dar nó em pingo d'água
Que Deus dá calor para quem está de roupa
E que dos males não se quer nem o menor

Aprendi que se pode escrever sem saber ler
Que a pulga atrás da orelha só dá coceira
Que é ruim entrar calado e sair falando
E que é bom ganhar quando se compete

Aprendi a fazer o que eu digo e não o que o outro faz
Que copo d'água não aguenta tempestade
Que é melhor que falem bem de mim, ou não falem nada
E que bem é sempre bem e mal é sempre mal