quarta-feira, 29 de junho de 2016

Quando o dia chegar

Resultado de imagem para amanhecer

Ele pousara os olhos nela devagarinho, docemente, demoradamente... Os olhos verdes mais lindos que ela já havia visto. Sua pele arrepiava e a respiração se tornava mais rápida. Ele ainda nem a tocara. Nenhuma palavra era necessária, apenas a certeza de que ao seu ele estava e que jamais de lá sairia. Seus corpos quentes estavam tão distantes... Tão próximos... Era ainda só um sonho.
Os olhos iluminados, brilhantes... E um sorriso farto que do rosto dela brotava e iluminava a noite que logo viraria dia. Na cama vazia o ensejo de tantas alegrias...
E os dias corriam, menos céleres do que ela gostaria. E o momento chegaria, mais tarde do que ela queria, mas tão cedo quanto era possível.
Então ela pousará seus olhos nele. E sorrirá como nunca sorriu. E se entregará como nunca o fez...
Quando finalmente o dia chegar.